domingo, 30 de novembro de 2008

Hoje é sobre Dade

-Dade,vou fazer um post sobre você.

-Onde?

-No blog do grupo!Não,melhor:no meu blog!Lá vou poder falar coisas mais pessoais!

-Ah,tá!Quando?

-Amanhã!

-Tá!Me avise para eu ir lá!

Dade e eu tivemos essa conversa na terça-feira,e só decidi escrever o bendito post agora.Ando muito preguiçosa,e usei esse tempo para pensar no que queria falar sobre ela...me parecia tudo tão claro quando decidi escrever sobre ela!Bem,descobri que tudo é mais fácil na teoria.Como prometi que escreveria,farei o melhor possível para dizer o que desejo.

Obviamente,ela não se chama Dade,seu nome é Patrícia Andrade.O apelido foi dado por mim,porque havia duas Patrícias na sala de aula.Comecei chamando-a de Andrade e fui dando ramificações estranhas ao apelido,mas o Dade ficou normal para o grupo.Fisicamente,é idêntica a como era na 5ª série,quando nos conhecemos:(muito)magrinha,baixinha e com saúde frágil.Na personalidade,ela deu muitas voltas ao longo dos anos...

No início,ela era muito doce e tímida.Talvez por isso me aproximei tanto,me sentia uma das poucas pessoas realmente tímidas da escola...havia encontrado mais alguém com medo dos outros!Era muito estudiosa,tudo o que os professores quisessem saber sobre o que haviam passado,ela respondia.Começamos a nos sentar juntas na 6ª  ou 7ªsérie,e foi uma das minhas épocas mais legais na escola!Éramos as que respondiam tudo aos professores,as tais "meninas fofinhas".Brincamos muito,e nossos trabalhos e redações eram sempre os melhores.Ela sofria comigo,porque gostava de um menino e fiz altos planos para que ele prestasse atenção nela.Sabe quando dizem que a pessoa tem reações estranhas quando o indivíduo de quem ela gosta está por perto?É verdade!Quando o garoto aparecia,eu olhava para as mãos dela-estavam sempre suadas,e a pobrezinha tremendo.Era aí que eu jogava a caneta dela no chão só para ele pegar,mas é melhor esquecer alguns detalhes.

Quando chegou a 8ª série,a menina enlouqueceu completamente!Começou a usar roupas menos fofinhas(não chegavam a ser pornográficas,mas não eram mais tão lindinhas) e passou a andar com umas meninas lá de trás.Até hoje não sei o que houve,levei um baita susto no primeiro dia de aula!Tal susto não se compara ao que levei quando soube que ela havia dado seu primeiro beijo em um garoto lá da escola.Não era para eu ser a única que não havia beijado,ela era minha parceira na infantilidade!Há pouquíssimo tempo,descobri que ela não queria beijá-lo,foi de surpresa.Sinceramente,fiquei mais aliviada.

Dade parou de andar com o grupo-adquiriu novos hábitos,novos gostos,novos amigos.Fiquei mal,mas não tanto,porque aquela que havia se afastado era uma desconhecida para mim.Quem realmente ficou péssima foi Thayanne,que era bem ligada à nova Dade.Arrumou um namorado,que eu odiava com todas as forças que eu pudesse reunir.Nunca imaginei que as coisas pudessem mudar tanto!

Desde o ano passado,ela voltou ser nossa amiga,quero dizer,melhor amiga.Nunca deixamos de ser amigas,mas melhor amiga é coisa que só há no grupo.Dade voltou a ser uma gracinha,mas é complicado explicar a profundidade disso...não é só ser bonitinha,é ser alguém admirável,alguém de quem se gosta,alguém que você quer que esteja sempre por perto.Ela ajuda(e muito) a quem precisa,é muitíssimo esforçada e perdoa coisas que não sei se muitos conseguiriam perdoar.O tal namorado dela acabou se revelando uma das melhores pessoas que já conheci,o que me fez perceber que ela não havia mudado tanto,somente havia descoberto caminhos diferentes dos meus,mas que também eram bons.Somos muito diferentes,mas nossas semelhanças são fortes...principalmente em relação ao nosso medo de não termos mais amigos quando a escola acabar.Quando ela chega,fico mais feliz.Quando está doente(o que não é raro),fico com o coração apertado,mas continuo com meu sarcasmo,que tanto a faz rir.Aliás,gosto quando ela ri de algo que digo ou quando a obrigo a se esforçar para fazer os próprios deveres:sinto que fiz algo bom por ela.Não é tão bom quanto minha sensação quando vejo que ela está melhor de algum de seus males,mas tento fazer o melhor para ver a "nossa Dade" feliz.Acho que está dando certo.

Quer música melhor do que a que ela dançou para toda a escola ver,na 8ª série?Foi assim que o ABBA entrou em nossas vidas!Também foi assim que descobri que sou a única do grupo que não gosta de dançar,mas aí é outra história.

ABBA - Ring Ring - Alta Qualidade

10 comentários:

Amanda Marina ♥ disse...

Aleluia consegui comentar aqui!
Sua janelinha pra comentar não estava nem abrindo aqui, dizendo que tinha virus, bloquando "pop-ups"
ò.ó
Então, muito legal tudo que você escreveu pra sua amiga, é muito ruim quando elas, digamos...tomam caminhos 'diferentes' né?! Tenho uma amiga que fez isso, hoje ela está um pouco melhor, mas mesmo assim, não é como antes =/

Agora, quanto aos post de baixo: faz um tempinho que eu resolvi que não ia mais olhar só os defeitos da cidade, e realmente, a cidade ficou muito mais bonita (=
E a respeito de se apaixonar, todo mundo vai um dia! Não precisa ter medo! xD
Pois, apesar de tudo, faz tão bem!

Beijos* Carol!

Nina disse...

Que bacana a Dade e que bonitinha!
Mas amigo é assim mesmo, se perde, experimenta, volta, e a gente nota que nunca saiu de perto e na verdade, nunca mudou completamente. A essêcia permanece.

bjs pra vcs

Carlinha disse...

Que texto lindo Carol, me emocionei ^^
A amizade é um sentimento muito importante pra mim e espero que vc e a Dade fiquem juntas pra sempre!

Patty disse...

Achei lindo! Uma homenagem dessas que a gente nunca esquece. Sorte da Dade!

Um beijo

SGi/Sonia disse...

QUe fofa essa Dade!
Que fofa é você!

Coloquei uma foto lá no post de hoje pra você, a menina-moça-mulher que sempre me ensina mais um pouco!

Beijins com felicidades:*

Bruna disse...

É..finalmente eu reapareci no flanando e nos blogs amigos...
Dade..parece ser uma garota muito especial, alguém que realmente vale a pena ter entre os amigos. As vezes as pessoas mudam mesmo, fazem escolhar diferentes das nossas..mas se existir amizade mesmo, de verdade, elas sempre estarão por perto.

Nossa..que saudade que eu tava daqui.
bjooo
;*

C. Biasucci disse...

que bom que voce tem pessoas pra quem voce tenha gosto de escrever algo.. isso é muito bonito e eu espero que a Dade veja esse post!

xD disse...

xd

*Klopper, Priscila* disse...

ééé né!

Às vezes eu sinto que ela não gosta quando eu fico apertando suas bochechas ú.ù" É que sabe,toda fofinha e frágil... Eu abraço ela parecendo que ela é um bebê frágil,acho que ela não gosta muito xD~...
Enfiim =3

Eu presenciei isso dae,mas no comeciinho mesmo... Essa pureza toda,eu nunca vi xD~... No começo,veja bem u-u. Até porque nos odiávamos! xD~.. Eu realmente a achava muito falsa,porque ela era \o/~... Mas eu amo essa pessoa! \o~
Ela está no meu coraçãoo.. Que coisa breguinha de se dizer xD Mas enfim...
Thiago,parece um irmão mais velho! xP~ Muito bacana (Y)

=3

Lucas Delfin disse...

O sono faz cada coisa... Eu juro que até o segundo parágrafo eu estava lendo "Dado"... Bom, a Dade é super gente fina, conheço ela há anos e não tenho uma crítica à ela. Parabéns Dade por ser minha melhor amiga!