terça-feira, 21 de janeiro de 2014

8 dias, muitas horas e vários minutos

8 dias, muitas horas e vários minutos: é o tempo que falta para eu ser psicóloga. Psicóloga. O som é delicioso. Não mais estudante de Psicologia. Não mais "a amiga que faz Psicologia", "minha filha, que estuda Psicologia" ou a "minha sobrinha, estudante de Psicologia". Só psicóloga.

Acho que nunca encarei um caminho tão aberto na minha vida. Posso fazer tudo e nada. Não há planos organizados e detalhados, como sempre houve para mim. Não há emprego ou pacientes me esperando; apenas a certeza de que perseguirei a carreira clínica. Opa, esqueci de outra certeza, maior que tudo: amo o que faço. O ponto principal para a escolha de uma carreira universitária foi permitir que eu ajudasse às pessoas. Não há dúvidas de que encontrei isso na Psicologia. Para além do curso em si, encontrei muito mais. Amigos leais, teorias maravilhosas, a miséria e felicidade do ser humano no encontro com cada paciente. Foi doloroso e maravilhoso ao mesmo tempo. Talvez seja por isso que esteja escrevendo isto alternando sorrisos e lágrimas. Aprender a apreciar a dor e a alegria é gostar, basicamente, de viver. Não fui à uma choppada e continuo passando minhas sextas-feiras deitada com meus livros, mas aprendi a amar a vida. Parece que a gente não tem que virar do avesso para se transformar, afinal.

A lista de agradecimentos da minha monografia ficou enorme e ainda não deu conta de todos que já fizeram algo por mim durante a faculdade. Família, amigos, colegas, gente que só vi uma vez, gente que fez algum comentário que me fez pensar: muito obrigada. Neste momento, a gratidão é maior que o medo do futuro ou a felicidade pelo presente. Obrigada por terem feito parte da minha formação como psicóloga e como pessoa. Todos vocês são co-responsáveis pelo que acontecerá em 8 dias, inúmeras horas e incontáveis minutos.

3 comentários:

Carla Rosso disse...

Meu Deus que eu não acredito que você vai se formar! Que linda! Estou muito feliz e orgulhosa! Parabéns Carolzinha, minha sempre menininha!

Carol disse...

Sabia! Eu sabia que você apareceria aqui! Enquanto escrevia o texto, lembrei de você e senti saudades. Quando dei por conta do conteúdo, pensei "a Carlinha vai aparecer aqui, sei que vai".

Sei que está feliz e orgulhosa de verdade, o que me emociona muito. Viu que estou repleta de gratidão? Uma parte é pra você, moça. Obrigada por torcer por mim em cada dia daquele ano conturbado de vestibular. Como é que se retribui tanto carinho, gente?

Luene♥ disse...

Nossa, nossa Carol... Psicóloga! Parece que foi ontem aquela fúria adolescente de dúvidas e ajustes sobre vestibulares e a escolha certa! Parabéns.... como a Carlinha disse ai acima, carolzinha, eterna menininha! Nossa futura escritora... rs interessante quer clinicar é? então quer começar a vivenciar na prática o que muita coisa foi vista só na teoria e, sinceramente aqui no Brasil temos muito na sua área a ser colocado em prática! Bom, tudo muito sério Carol... mais vim aqui dar um passeio já que agora estou com um certo tempo livre rs e me deu uma saudade tão grande de você e das meninas que faziam minha interface blogueira ser real! E fico feliz de ter chego em uma parte e momento tão especial pra você! Parabéns minha querida e eterna blogueira! que feliz fico eu a pensar que vi essa psicóloga começar... :)
Volte para nos contar como esses 8 dias se tornarão mágico quando você se viu FORMADA! espero as novidades... bjus com sabor de saudades ^^