terça-feira, 16 de outubro de 2012

Então, eu corro demais.

As últimas semanas foram difíceis. Tensões online, crises de ansiedade, abandono do Facebook, provas, início do trabalho em cima da ansiedade social na terapia. Me pergunto como é que a gente consegue se deixar levar por esse ritmo louco, ou pior, construir uma vida ditada por ele. Quando foi que minha vida deixou se ser minha, quando foi que perdi o controle? E por mais quantas vezes vou fazer esses questionamentos, encontrar um ritmo saudável e voltar a fazer tudo igual?

Nenhum comentário: