quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Pra não tocá-la, melhor nem vê-la.





Clássico dos meus 11 anos. E do meu sempre.

Nenhum comentário: